domingo, 26 de outubro de 2014

ÚLTIMACARTA

Presidenta,

A senhora foi reeleita com a margem mais reduzida de todas as eleições havidas desde a redemocratização de nosso país.

Parabéns, a senhora foi recompensada pelo seu esforço e determinação extraordinários. Deve ter tirado lições importantes que lhe serão muito úteis na condução de seu segundo mandato.

Votei em seu adversário porque vejo nele condições mais favoráveis para empreender ações orientadas para o futuro face aos resultados obtidos por sua gestão atual. A senhora ouviu o clamor das ruas quando reconheceu, vinda da maioria dos que não lhe deram o voto, a palavra mudança.

É da legítima democracia a disputa e dela um dos contendores sairá vitorioso. Apelo que sejam mesmo incorporadas e traduzidas em prática as suas palavras do discurso de hoje à noite.

Tomo a liberdade de lhe fazer algumas modestas sugestões.

Não perca tempo, seu recurso disponível mais precioso. A senhora terá apenas mais quatro anos para responder aos compromissos assumidos e que não são poucos e extremamente complexos.

Opte pela simplicidade como método de abordagem e escolha poucas pessoas, aquelas imprescindíveis, para dar uma nova face ao seu governo.

Comece convocando aquelas de quem dependerá diretamente para obter êxito. Coloque-as em estado de trabalho para fazerem junto com a senhora o que precisa ser feito.

Construa uma proposta de modelo federativo de governança. Convide, de imediato, todos os governadores eleitos e, com apenas eles em workshops, busque responder à seguinte questão:

“QUE PAÍS CONSTRUIREMOS?”

Coloque como expectadores ativos os seus principais futuros colaboradores, assessores diretos e ministros de estado.

Instale canal de TV, em rede aberta e paga, e apresente pessoalmente em cadeia nacional a evolução dos entendimentos e conclame o povo a acreditar e a debater na medida em que forem concluídas as discussões com os governadores.

Mobilize a nação para o desejo de se construir.

Não complique, busque ações simples. Uma vez tendo os pontos essenciais produzidos em conjunto com os governadores, promova novos workshops para a formulação dos seguintes pontos:

Ø  Quais são as ameaças?
Ø  Quais são as oportunidades?
Ø  Quais são as fraquezas?
Ø  Quais são as forças?

Da análise destes quatro pontos advirão as determinantes para que viabilizemos o país que queremos ser.

O método é simples, já disse. Não há nenhum empregado em empresas que algum dia não tenha se envolvido em projetos onde foi utilizada metodologia semelhante. A questão crucial da abordagem não reside em método, mas na vontade política dos atores e, sobretudo, no caráter dos mesmos.

Do conjunto das análises dos pontos citados acima a senhora deverá buscar apoios diversos e interdisciplinares para redigir um arcabouço dos instrumentos institucionais e jurídicos essenciais que sustentarão as principais ações a serem empreendidas em esfera federal e estadual.

A senhora deverá desenvolver workshops e a estruturação dos instrumentos institucionais e jurídicos até o dia 28 de dezembro de 2014, quando apresentará através de cadeia nacional de mídias eletrônicas em conjunto com todos os governadores e futuros ministros os resultados dos trabalhos, ou seja, as linhas mestras do projeto de construção de um novo país.

No dia 01 de janeiro de 2015, em sessão solene do Congresso Nacional, com a participação da senhora, do Vice-Presidente da República, dos Ministros de Estado, dos Presidentes dos Tribunais Superiores e dos congressistas eleitos tomarão posse e passarão aos parlamentares os marcos de referência que fundamentaram os instrumentos institucionais e jurídicos que deverão ser sancionados pelo Congresso Nacional até 31 de março de 2015.

Da rampa do Palácio do Planalto a senhora fará um breve discurso e, mesmo que não agrade a todos, ninguém terá dúvidas que afinal este país passa a ter projeto e governo.

Ao trabalho, Presidenta!

Como o meu candidato disse é preciso que saíamos desta peleja com o sentimento de vitoriosos por que todos, como a senhora disse, estamos buscando um futuro melhor para o nosso país.

Meus netos saúdam a senhora, presidenta. O que fizer agora será fundamental para eles em futuro breve.



video

5 comentários:

  1. Será que conseguimos encaminhar seu post para ela?!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom seu comentário. Gostei.

    ResponderExcluir
  3. Excelente! Para reflexão, leia tb esse texto de João ubaldo:
    http://www.midiaindependente.org/pt/red/2005/11/337912.shtml

    ResponderExcluir