quinta-feira, 2 de agosto de 2012

GRAÇA



Vou dizer o que é alegria.

Ela pesa 2,960 quilos, mede perto de quarenta e poucos centímetros, cabelos escuros, coradinha.

E se chama Liz.

Nasceu ontem à noite, às 22:28 horas, na Maternidade Santa Fé, de parto normal assistido pelo nosso amigo Corea.

O celular d’Ela tocou às 07:00 horas da manhã. Era Pretinha. Disse que havia passado a noite com muitas dores na barriga em intervalos de dez minutos. Ela sugeriu que Pretinha ligasse para o Corea.

Eu teria uma reunião agendada de trabalho que cancelei imediatamente. Pouco depois Pretinha ligou novamente dizendo que iria, junto com Claudinho, ao consultório de Corea as 08:45 horas. Aí eu fui fazer minha caminhada matinal. É o terceiro dia consecutivo que eu cometo esta atitude.

Voltei da caminhada, fiz a barba, tomei um banho, me perfumei todo e sentei na poltrona em frente à mesa do meu escritório do nosso apartamento. Não abri meu laptop, poderia ter que desligá-lo a qualquer momento.

Acessei inúmeras vezes o iPhone para ver se ele estava ligado mesmo e se havia conexão. Alegria é algo que dá ânsia.

Ela havia ido ao consultório dela para atender um cliente e me ligou de lá:

- Como você está?

- Aqui.

- Eu falei com Valesca... Ela está no Corea...

- Ela já fez a mala?

- Tá tudo pronto.

- Eu tô aqui, esperando...

- Daqui a pouco eu tô aí.

- Viu.

Às 09:42 horas Pretinha ligou dizendo que as contrações começaram e que a alegria poderia vir à noite, amanhã ou até depois. Logo que terminasse a consulta viria para nossa casa.

Por volta das 11:00 horas Pretinha chegou ao nosso apartamento. Claudinho foi para o trabalho. Meio dia eu estava deitado na cama ao lado dela e as contrações começaram a ocorrer em intervalos de quatro em quatro minutos com duração variando entre trinta e sessenta segundos.

Fomos para a Maternidade as 16:15 horas: Pretinha, Ela, a Dinda e eu. No caminho ligamos prá Claudinho dizendo que era bom que ele voltasse que sua filha iria nascer.

Pretinha foi para o bloco por volta das 20:40 horas.

- Vovô.

- O que é, Liz?

- Eu tenho o bilhete pronto...

- Quê bilhete?

- Lembra que eu pedi a você para me ensinar a escrever...

- Lembro. (PALAVRAS)

- Pois é, ele está pronto.

Minha personagem simbólica, intensa e singela quis fazer dela as minhas palavras. Escreveu no bilhete:

Papai e mamãe: Muito obrigada!




10 comentários:

  1. Parabens Agulho, Vera e a toda familia pelo nascimento da primeira neta, a pequena Liz. Que ela tenha muita saude e seja sempre motivo de muita alegria para todos! Wanderson, Renata, Lelena e Marianinha

    ResponderExcluir
  2. Walesca e Claudinho,
    desejo muito que a Liz, esta super neta, tenha muita saúde e traga muita alegria para vocês, para a Verinha, Agulho, os tios, Dinda e todas as pessoas que querem bem esta família.

    Bem vinda Liz!

    Júlio e Mônica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado. Setembro tem mais alegria.

      Excluir
  3. Que delícia de texto. Pena que a minha gripe, atribuída ao jogo do América, tenha apertado bem no dia de conhecer a Liz. Mas eu vou. A espera me faz ficar mais feliz! Bjos a todos.Clarice

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Clara, muito obrigado. A Liz aguardará...

      Excluir
  4. Linda a Liz. Que Deus ilumine o seu caminho e que ela seja muito feliz. Parabéns a toda família. Especial ao vovô pelo 3º dia CONSECUTIVO de caminhada. Senti firmeza. Primeiro banho de cachoeira na Lapinha da Serra! Pode ser?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado amigo. Taí, assumo contigo o compromisso de que a primeira cachoeira da Liz vai ser na Lapinha.

      Excluir
  5. Felicidades a todos. A LIZ chegou, com saúde e linda! e o Mundo está diferente. São tantos sentimentos ao mesmo tempo . . . Que toda alegria do momento seja vivida e sentida sempre.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir