domingo, 18 de dezembro de 2011

SONHO

É louca.
Completamente louca.
Pelas filhas.
Pela mãe, pelo pai.
Totalmente louca.
Por Sandra, Marina, Cláudia.
Pelos netos.
Absolutamente louca.
Ontem fomos jantar na casa da enlouquecida. A primeira louquinha que nos recebeu  em baita surto foi Sandra. Pô, é de arrepiar. Num pode ter sido conosco aquilo, ela já estava com doses a mais e nos confundiu com alguém muito querido. Ninguém pode nos querer tanto quanto demonstrado. A louquinha estava de porre!
Depois foi a própria ensandecida, louca varrida, encerada e lustrada. Na sequência a Marina. Aí num teve jeito. Entramos prá dentro com tudo que recebemos. Duas taças do melhor tinto depois a gente passou a acreditar que nós éramos queridos mesmo. Estávamos fazendo parte de uma distinção, de um privilégio, de uma especialíssima atenção, de um grupo seleto escolhido, um por um, até fazer trinta.
Sandra gritou várias vezes, no meu ouvido. Marina gritou no meu ouvido. A louca gritou no meu ouvido. “VOCÊS SÃO ESPECIAIS!!!”
Noite adentro, folia a rodo, gourmet especialíssimo e simplérrimo e um cantor deslumbrante. Os amigos da louca presentes, esses acho que não tinham dúvida, estavam lá porque são mesmo distintos, gente bonita, bonita, bonita...
Certo momento, aí fui pro espaço. Quando acordei hoje caí na real. Eram exatas 09:22 horas. “Caramba, perdi o Barcelona!” Deu prá ver o segundo tempo. Um espetáculo como sempre.
Hoje, quando voltávamos para BH eu fazia um esforço para lembrar onde havíamos estado ontem à noite. Até agora não consigo lembrar, por mais que eu me esforce. Acho que foi por causa do sonho que me embriagou ao longo da noite e madrugada adentro. Nós estávamos num jantar, convidados especiais e com pessoas que na vida real não existem, especialmente a dona da casa.
Acho que de ontem prá hoje fiquei mais louco.
Loucura pega?

Até breve.

4 comentários:

  1. Loucura pega! Ah, pega!

    ResponderExcluir
  2. Sim, sim, loucura pega!
    Imagina eu que fui criado num "hospício" da Rua Salinas 1704. :)

    ResponderExcluir
  3. Loucura, loucura, loucura!!!! Que sejamos loucos e felizes!!!! Ontem foi ótimo! bjos

    ResponderExcluir
  4. As loucas reunidas e a mini louca lendo, transbordamos de rir.
    A ensandecida foi ao delírio!

    Resolvemos escrever, mas como vamos achar palavras tão bem escritas como as suas?
    Pooo!! Jogo baixo!

    Como conseguiu colocar em palavras, uma noite tão magica??? Tinha que ser o Mestre Agulhô!

    Se tivéssemos uma trilha sonora da noite, ouviríamos somente gargalhadas e muita musica boa. Quer mistura melhor? Quanto amor estava no ar! E a vista? A ensandecida pediu mais luzinhas ao horizonte... Mas o componente especial estava na alegria de todos de estarem ali e de se sentirem especiais. Eram mesmo!! Cada um com sua pitada de originalidade...

    Somos loucas??? Acho que no fundo nunca duvidamos disso, agora ter amigos para nos acompanhar, supera qualquer loucura.

    Concordamos com você, estávamos num sonho e queríamos nunca ter acordado. Ler seu blog nos mostrou que este sonho foi real!

    Beijos.

    As loucas.

    ResponderExcluir